quinta-feira, 31 de março de 2011

CONTRA AS DITADURAS, A DEMOCRACIA. SEMPRE!!


A lula pela Democracia: relembrar esses fatos tem o fator pedagógico de fortalecer nos cidadãos e na sociedade a importâncias das liberdades

Em um dia como hoje, há 47 anos, um grupo de militares golpistas tomou o poder no Brasil, interrompeu um curto e frágil período de democracia nacional e impôs o terror político por 21 anos, com suspensão dos direitos individuais e implantação do terror, mortes, torturas e desaparecimentos de cidadãos nacionais. Quem viveu esse período, ou ao menos uma de suas etapas, experimenta, hoje, a convicção do quanto foi importante lutar pela Democracia.

A Democracia e suas liberdades inerentes são as conquistas políticas mais preciosas já construídas pela espécie humana. Nada, exatamente nada, pode ameaçá-las. Elas representam direitos, dignidade, respeito, cidadania, ou a possibilidade real de lutarmos pela plenitude destas. Nenhuma ameaça, nem mesmo as mais dissimuladas, podem pô-las sob risco, como aquelas contidas no III Plano Nacional dos Direitos Humanos, gestado no segundo Governo Lula.

O Estado Democrático de Direito que conquistamos a duras penas, com a promulgação da Constituição Cidadã e suas leis subsequentes, não poderá jamais estar sob a ameaça daqueles que, temporariamente no poder, esforçam-se em subjugar o Estado e a Sociedade aos seus interesses partidários ou de grupos. Jamais!

Relembrar esses fatos, especialmente aos mais jovens, reforça em todos a necessidade de se valorizar e defender essas conquistas.

Hoje, portanto, é dia de rememorar e festejar essa história, brindar essas conquistas!

Democracia e Cidadania, Sempre!!

2 comentários:

Waldemar José disse...

Prezado, Piteira!
É importante lembrar é que umas dos desafios das Democracias e o enfrentamento das assimetrias sociais, que é umas das previsões de nossa Constituição Cidadã, e o III PNDU, tem inspiração nessa Constituição e é fruto da última Conferência Nacional de Direitos Humanos, e das demais Conferências temáticas, que são umas das expêriencia de Democracia Participativa, que precisamos aprofundar institucionalizando o Referendo e o Plebíscito. Atenciosamente.
Waldemar Azevedo

Waldemar José disse...

Em tempo o Golpe Militar se consolidou no dia 1º de abrilde 1964,apesar de ter iniciado no dia 31 de março. Os milicos e seus aliados nas elites dirigentes, entre os quais os donos das midias Globo, Estadão, Folha, não quizeram assumir que dita Revolução, que alguns assimilaram.
Waldemar Azevedo