domingo, 8 de janeiro de 2012

ESCÂNDALO BRT: DENÚNCIA DE VEREADOR CHEGA ÀS MÃOS DE DILMA

A conturbada licitação da Prefeitura de Belém para a implantação do Ônibus de Trânsito Rápido (BRT) no trecho de 20 quilômetros entre o distrito de Icoaraci e o bairro de São Brás - vencida pela construtora Andrade Gutierrez e sob suspeita de favorecimento denunciada por concorrentes à Justiça - pousou no gabinete da presidente da República, Dilma Rousseff, com pedido de providências do vereador Carlos Augusto Barbosa. 

Na carta-denúncia, ele relata as estranhas articulações que estão por trás da formulação do edital 034/2011CPL/PMB e a postura do prefeito Duciomar Costa, que colocou na presidência da Comissão de Licitação uma assessora especial lotada no gabinete dele.

Barbosa narra que Costa publicou o edital da obra no dia 17 de novembro passado, no Diário Oficial do Estado, mesmo antes da publicação oficial, pelo Ministério das Cidades, do processo de seleção do programa PAC 2 - Mobilidade nas Grandes Cidades, que garantiria o dinheiro necessário ao lançamento desse edital - embora, segundo palavras do próprio prefeito, “já houvesse esta garantia por parte do governo federal”.

Um comentário:

ANTONIO Valentim disse...

Realmente a roubalheira corre solta na minha cidade.
Aproveitarei a postagem em meu blogue (www.bloguedovalentim.com)

Obrigado.