terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

MONTE ALEGRE: CELPA VAI CONSTRUIR SUBESTAÇÃO PARA RECEBER ENERGIA DO LINHÃO

Os representantes da Celpa anunciaram que o projeto será concluído no próximo ano. Será a energia do linhão finalmente chegando a Monte Alegre

Depois de longa espera, Monte Alegre começa a ver, finalmente, movimentações da concessionária de energia elétrica Centrais Elétricas do Pará (Celpa), agora pertencente ao Grupo Equatorial, para a instalação da subestação que vai receber a energia do linhão de Tucuruí, que corta toda a sub-região da Calha Norte, e distribuí-la aos seus consumidores locais.

Na manhã de hoje, o advogado Umbelino Ferreira e o engenheiro Afonso Costa, representantes da concessionária, reuniram-se com o prefeito Arinos Chaves para expor o projeto de investimento da empresa na região e solicitar apoio do Município.

Segundo eles, o projeto prevê a construção de subestações de energia nas cidades de Alenquer, Monte Alegre e Almeirim, que vão receber a energia do linhão, com a tensão elétrica já rebaixada de 500kv (quilovolts) para 138kv. 

Afonso Costa, garantiu que o projeto segue como antes: o rebaixamento da tensão elétrica será feito na cidade de Oriximiná e, a partir de lá, a energia será distribuída aos municípios da margem esquerda do rio Amazonas. Nas subestações, essa tensão será rebaixada e adaptada às necessidades de cada tipo de consumidor (residencial, comercial ou industrial). O engenheiro afirmou que a construção da linha de distribuição que vai levar a energia em 138kv às subestações é de responsabilidade do governo federal.

Segundo Umbelino Ferreira, a previsão de conclusão dessa etapa final do projeto Calha Norte é o para o final do próximo ano, mas as providências começam já agora, e estas passam pela imediata aquisição de uma área de um hectare, onde será construída a subestação.

Assim, também na manhã de hoje, na companhia do titular da Secretaria Municipal de Obras (Semob), Pedro Álvaro, e do técnico em geomensura Paulo Rodolfi, os representantes da Celpa visitaram terrenos localizados nas margens da rodovia PA-423, em área próxima à zona urbana da cidade, para avaliá-los. Eles fizeram contato com um dos proprietários e iniciaram conversações. Eles também visitaram uma área pertencente ao poder público municipal, como opção. “A empresa tem pressa em logo adquirir o terreno e iniciar as obras civis”, afirmou Umbelino Ferreira.

Para o prefeito Arinos Chaves, a chegada da energia elétrica de Tucuruí ao município é de importância estratégica ao desenvolvimento municipal. “Há muito que esperamos esses investimentos, pois, sem energia de qualidade e segura, é impossível pensarmos em atrair investimentos privados que explorem nossos recursos naturais e ajudem Monte Alegre a promover seu desenvolvimento”, afirmou o prefeito municipal. “Monte Alegre precisa de investimentos que gerem emprego e receita ao município e melhorem a renda das nossas famílias”, concluiu Arinos Chaves.

Segundo ele, a administração municipal fará todos os esforços necessários para facilitar o início das obras de constrição da subestação da concessionária.

Um comentário:

Ruan Munhoz disse...

muito legal saber disso