terça-feira, 31 de março de 2009

DEU NO BLOG DO JESO

A passagem da governadora Ana Júlia por Santarém, na manhã de hoje, rumo a Itaituba, foi novamente acintosa com a imprensa local.
O Blog do Jeso registrou o fato com o seguinte texto:

Desrespeitoso, arrogante e inconcebível o tratamento dispensado à Imprensa santarena pela governadora Ana Júlia Carepa na sua mais recente passagem pela cidade. Nem o príncipe Charles, com todo o aparato paranóico de segurança em torno dele, teve comportamento tão lamentável. Ana Júlia deu as costas aos jornalistas santarenos.No próximo ano, eleições à vista, a nº 1 do Pará com certeza dará um outro rumo nesta relação. Quem viver, verá.

Eu insisto em não acreditar que o povo tenha memória curta, principalmente nos casos de governos inoperantes e incoerentes, especialmente na prática cotidiana de atos ilegais que sempre condenaram - e como conderaram! - nos adversários do passado.
O povo não tem memória curta! É bom que os jornalistas também não!

CLIMA TENSO

Poderá ser pouco amistoso o clima na reunião de hoje à tarde, em Itaituba, com a presença do ministro Mangabeira Unger, da governadora Ana Júlia e mineradores.
É que o Ibama já começou a fechar garimpos que funcionam em áreas próximas à rodovia BR-163, nos municípios de Itaituba e Novo progresso. Motivo: falta de permissões de lavra garimpeira (PLG’s), de responsabilidade do DNPM, e de licenças ambientais, que a Sema se recusa a emitir aos garimpeiros e mineradoras.
Se o Ibama continuar a agir, todos os garimpos serão fechados.
Seria o caos.

GARIMPEIROS QUEREM LICENÇAS AMBIENTAIS

Expedição de licenças ambientais.
Essa é a única reivindicação que consta de longo documento a ser entregue, hoje, em Itaituba, pelo Sindicato dos Mineradores do Oeste do Pará (Simioespa) e pela Associação dos Mineradores de Ouro do Tapajós (Amot) à governadora Ana Júlia Carepa, ao secretário de Meio Ambiente do
Pará, Valmir Ortega, e ao ministro Mangabeira Unger.
A exemplo do que já fazem madeireiros e outros segmentos do setor produtivo, os mineradores da região também querem, apenas e tão-somente, que a Sema trabalhe e emita as licenças ambientais. Sem estas, o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) não emite as Permissões de Lavra Garimpeira (PLG’s). Sem as PLG’s, os mineradores não podem vender sua produção às DTVM’s (empresas compradoras de ouro).
Esse é o círculo de proibições que força a maioria dos mineradores a trabalhar clandestina e ilegalmente. Esse é o clamor que Unger, Ana Júlia e Valmir Ortega estão ouvindo de Ivo Lubrina, presidente da Amot, e de centenas de garimpeiros durante reunião no Creporizão, agora de manhã. Essa é a realidade vão ver in loco, daqui a pouco, durante visita que farão a um garimpo da região.
Diante da atual crise financeira, e com o preço do ouro em alta, a mineração voltou a ser uma atividade lucrativa e a movimentar a economia da região.
À tarde, em reunião pública, na cidade de Itaituba, o assunto vai voltar à baila. Qual será a resposta da governadora e do secretário de Meio Ambiente?

PS: Por força de uma liminar da Justiça Federal, os garimpeiros estão, provisoriamente, conseguindo vender sua produção às DTVM’s apenas com a apresentação do CPF.

segunda-feira, 30 de março de 2009

SALVOS POR MILAGRE

Quem acredita que todos temos um dia certo para morrer pode afirmar com segurança que hoje não era o dia de Valmir Climaco e do piloto Caburé.
Quem esteve no local do acidente e viu o que restou do avião não imagina como os dois ocupantes do Skylander saíram com vida do acidente. Zezão do Abacaxi, empresário dono da pista de onde o avião decolou, e que esteve no local, afirmou que apenas uma das rodas poderá ser reaproveitada. Segundo ele, o avião primeiramente bateu com uma das asas em uma árvore e depois se precipitou, caindo de bico nas águas de um igarapé. Ele se partiu ao meio. Segundo Zezão, salvos por milagre.
Valmir, que aguarda decisão da Justiça Eleitoral e ainda espera tomar posse como prefeito de Itaituba, parece que tem sete vidas.
Atgé o início da noite, os dois feridos ainda estavam no Hospital Dom Bosco.
Saúde e pronto restabelecimento para ele e o piloto Caburé!

VALMIR CLIMACO SOFRE ACIDENTE DE AVIÃO E SOBREVIVE

O empresário Valmir Climaco acaba de sofrer acidente aéreo. O pequeno avião em que ele viajava caiu em uma área alagada próxima à comunidade de Sai-Cinza, distante cerca de 17km da cidade de Itaituba, depois de decolar da fazenda Rosa de Maio. O acidente teria acontecido por volta das 15h30.
Segundo as primeiras notícias, Valmir e o piloto da aeronava sobreviveram, mas sofreram ferimentos de média gravidade. Há pouco mais de quinze minutos, o presidente da Amot, Ivo Lubrinna, por telefone, informou que os dois sobreviventes já estavam recebendo os primeiros atendimentos e serão levados ao Hospital Dom Bosco. Eles não correm perigo de morte.
O blog vai acompanhar o caso e atualizar as informações.

MINISTRO QUER VER GARIMPO EM ATIVIDADE

Na sua viagem a Itaituba, Mangabeira quer porque quer visitar um garimpo em plena atividade. Ivo Lubrina, presidente da Amot, ofereceu à equipe do ministro o Bom Jesus, onde mais de mil garimpeiros estão com todo gás na exploração de um veio dos grandes. Nele, a fofoca é do enorme. E colocou como alternativa um garimpo mais ou menos modelo, onde a atividade mineral segue – também mais ou menos – aquilo que determina a legislação ambiental.
Segundo Ivo Lubrina, os garimpeiros querem a presença dos órgãos governamentais para ajudá-los na atividade, não apenas para exigir cumprimento irrestrito da legislação. O que há de clandestinidade nos garimpos deve-se, e muito, à pouca, ou nenhuma, presença do Estado.
As licenças ambientais, por exemplo, não são liberadas há anos. Uma das poucas mineradoras que atuavam com autorização da Sema não tem sua licença renovada desde 2007.
A burrocracia, quando não aleija, mata!

ANA JÚLIA VAI RECEBER MINISTRO EM ITAITUBA

Ana Júlia chega a Itaituba, amanhã, dez minutos antes que Mangabeira Unger. Ela vem recebê-lo, oficialmente, apesar de pouco, ou nada, ter feito para a vinda o ministro à região.
Ela chega às 8h50, no aeroporto local, de onde Unger, a governadora e comitivas vão ao Creporizão para reunião com a comunidade. Os direitos dos garimpeiros e a rodovia Transgarimpeira estão na pauta da conversa.
Antes de voltar a Itaituba para a reunião com prefeitos, vereadores e dirigentes da sociedade local, ele vai visitar um dos garimpos em atividade na região.
Principais articuladores da vinda do ministro a Itaituba, Ivo Lubrinna e Sérgio Aquino estão à frente da mobilização local para as reuniões que Unger terá no município.
Um elicóptero das Forças Armadas fará o deslocamento do ministro entre Itaituba, o Creporizão e o garimpo que ele pretende visitar.
Segundo o gabinete da Secretaria de Assuntos Estratégicos, os três senadores paraenses vêm na comitiva do ministro.

JORGE BRAGA: MAIS PREJUÍZOS PARA MONTE ALEGRE

Tratores e implementos agrícola deixarão de ser comprados pela prefeitura de Monte Alegre para beneficiar agricultores familiares.


Quinhentos e oitenta e um mil reais. Esse é o montante de recursos públicos que Monte Alegre deixou de receber do Orçamento da União. E deixou de receber simplesmente porque o ex-prefeito Jorge Braga se recusou a assinar e encaminhar os projetos de aplicação do dinheiro. Eras três emendas dos deputados federais Jader Barbalho (R$ 336 mil) e de Lira Maia (R$ 245 mil). O dinheiro seria usado na compra de patrulhas agrícolas.
O prazo se encerrou no dia 30 de dezembro do ano passado, quase três meses após as eleições municipais, nas quais Jardel Vasconcelos foi o vencedor – Jorge apoiou o candidato do PT. O governo federal prorrogou o prazo de apresentação dos projetos para 30 de janeiro, mas, mesmo assim, a prefeitura de Monte Alegre não conseguiu acessar o dinheiro, pois o município está inadimplente por causa de dívidas deixadas por Jorge Braga junto ao INSS e à receita Federal.
Certamente que Jorge Braga não se recusaria a encaminhar os projetos se o candidato do PT fosse o vencedor. A vingança foi contra o atual prefeito, mas a vítima é a população que seria beneficiada com o recurso.
Outros atos de irregularidades deixados pelo ex-prefeito já foram encaminhados aos ministérios públicos Estadual e Federal, mas nada, efetivamente nada, foi providenciado contra Jorge Braga. Nem promotor há na cidade.
Em mais este caso de prejuízo a Monte Alegre, recorrer a quem? Ao papa? Ou algum pai de santo resolve?

20 TONELADAS DE PEIXE A PREÇO SUBSIDIADO

Repetindo uma iniciativa que ele próprio criou, em 1997, o prefeito Jardel Vasconcelos já autorizou a compra de 20 toneladas de peixe para ser revendido à população a preço subsidiado: um real.
A venda vai acontecer na quinta-feira santa, em todos os bairros da cidade e principais comunidades rurais locais. Para isso, a prefeitura está mobilizando mais de cem pessoas, entre funcionários e voluntários.
Que as entidades e órgãos públicos que monitoram queimadas não se confundam: é um dia em que a cidade fica encoberta de fumaça, mas não da queima da floresta. É peixe-galinha, mapará, aracu e outras espécies na brasa.

sexta-feira, 27 de março de 2009

GURUPATUBA INVADE RUAS DE MONTE ALEGRE



A primeira rua da Cidade Baixa comelça a ser invadida pelas águas do Gurupatuba. Todos têm medo que a enchente deste ano seja forte.

As águas do rio Gurupatuba começam a invadir a Avenida Presidente Vargas, no bairro da Cidade Baixa, em Monte Alegre. O acidente é comum nos anos de grandes cheias.
A preocupação é maior neste ano por causa da previsão de uma elevação ainda maior do nível das águas. Em frente à cidade, as águas já invadiram a área do entorno do Mercado de Peixe e do Mercado Municipal.
Nos bairros do Papagaio e Curintanfã, dezenas de famílias já estão ameaçadas de desalojamento. A chuva tem sido intensa e prolongada nos últimos dias, o que aumenta as ameaças às famílias.
A Defesa Civil do Pará já esteve em Monte Alegre, a pedido da Prefeitura Municipal, para realizar avaliação preventiva da enchente. A Comissão Municipal de Defesa Civil está monitorando os locais mais ameaçados.
Caso a previsão de enchente se confirme, o município entrará em situação de emergência.

MAMOGRAFIA SERÁ OFERECIDA A MULHERES MONTEALEGRENSES

Mamógrafo vai permitir tratamento preventivo ao câncer de mama.

Depois de mais de um ano que foi comprado, finalmente vai começar a funcionar o mamógrafo do Hospital Municipal de Monte Alegre.
Adquirido com recursos de emenda parlamentar da deputada Josefina Carmo (PMDB) ao orçamento do governo do Estado, o equipamento foi comprado pelo governo anterior, mas nunca funcionou. Sem uso, sofreu pane e precisou ser recuperado pela atual gestão, que também providenciou a capacitação técnica de um servidor para operá-lo. O município também já contratou o médico que vai ler os exames e fazer o diagnóstico. Falta apenas chegar o material a ser usado nos exames, o que deve acontecer nos próximos quinze dias, segundo previsão da secretária de Saúde Eliene Oliveira.
O mamógrafo é essencial no diagnóstico precoce de câncer de mama, uma das doenças graves que mais matam mulheres no mundo. Com o aparelho, o HMMA vai poder atender às demandas locais. O Ministério da Saúde aconselha que toda mulher a fazer um exame a cada ano.
Um equipamento semelhante foi comprado pela prefeitura de Itaituba, também com recursos de emenda parlamentar de Josefina Carmo.

AVENTUREIROS DO TRANSAMAZONE CHEGARAM A MONTE ALEGRE

Vinte e dois barcos oceânicos do Rallye Transamazone chegaram a Monte Alegre, ontem.

Já estão em Monte Alegre os aventureiros do Rallye Transamazone, desde o fim da tarde de ontem. São 22 barcos oceânicos com cerca de cem pessoas. Esta é a nona versão do evento.
O Transamazone é a continuidade do Rallye Iles de Soleil (Ilhas do Sol), que saiu, em outubro, nas ilhas Canárias, no Atlântico Norte, passou pela África, pela costa brasileira e chegou a Belém no início de março. O rallye se encerra no município de Afuá, na ilha de Marajó, em meados de abril.
Eles vão ficar em Monte Alegre até o próximo domingo, quando partem rumo à vila de Alter-do-Chão, em Santarém. Hoje à noite, a prefeitura local organiza uma recepção e oferece coquetel aos aventureiros. Amanhã, eles vão conhecer os sítios arqueológicos do Parque Estadual Monte Alegre, onde estão as marcas mais antigas da presença do homem na Amazônia, alguns com mais de 11 mil anos.
O rallye, organizado pelo Clube Náutico Francês, tem apoio do governo do Estado, através da Secretaria de Esporte e Lazer do Estado e da Paratur.

OPOSIÇÃO CONTRA QUEM?

A Prefeitura de Monte Alegre está com projetos de lei (PL’s)na Câmara de Vereadores propondo a criação de duas novas secretarias municipais: Pesca e Aqüicultura, Esporte, Cultura e Lazer.
A estratégia á adequar-se ao organograma e às políticas públicas dos governos federal e estadual, com o objetivo de captar recursos para a execução de projetos nessas áreas.
Mas os PL’s, apesar disso, vêm enfrentando resistências de vereadores da oposição, especialmente de dois edis petistas - oposição que se volta contra a população potencialmente beneficiária dos investimentos pretendidos.
Com fartos recursos disponíveis nos governos federal e estadual, a assessoria política do prefeito Jardel Vasconcelos busca entendimentos com a oposição, de olho em projetos que pretende executar em Monte Alegre.

quinta-feira, 26 de março de 2009

PRESIDENTE DA CNM ADVERTE PREFEITOS

“É preciso fazer adequações. A crise está batendo à porta das prefeituras. Precisamos respeitar a legislação. Prefeitos não devem arcar com as atribuições que não são municipais!”
As palavras de advertência são do presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkosk, aos prefeitos de todo o Brasil, diante da crise financeira mundial e as consequentes quedas de arrecadação de tributos.
Segundo ele, mais de 4 mil municípios brasileiros têm o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) como principal fonte de recursos financeiros para o pagamento de funcionários e manutenção da máquina administrativa. E o FPM vem sofrendo perdas justamente com as reduções do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do Imposto de Renda (IR).
Portanto, senhores prefeitos, todo cuidado é pouco! Nada de extravagâncias até que a tempestade passe.

ANA JÚLIA INTERPELADA PELA JUSTIÇA

A Justiça começa a se impacientar com o governo do Estado pelo não cumprimento de determinações de reintegração de posse, principalmente de fazendas invadidas pelo MST. E a reagir.
A desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento mandou interpelar a governadora Ana Júlia Carepa e o secretário de Segurança Pública do Estado, Geraldo Araújo, pelo não cumprimento de ordens judiciais relativas a ações possessórias no Estado.
A interpelação judicial havia sido requerida no dia 6 de fevereiro pela advogada Adelaide Acácia Leite Vieira em nome do espólio de Delvar Amâncio de Araújo.
Representando o escritório Gervásio Oliveira & Advogados Associados, a advogada Adelaide Vieira justificou o pedido como forma de romper “o estado de inércia da governadora e do secretário de Segurança Pública no tocante ao cumprimento das decisões tomadas pela Justiça”.
A interpelação, conforme frisou, é o recurso mais prático e eficaz quando a parte prejudicada, já estando de posse de liminar ou sentença judicial, não consegue obter o seu cumprimento pelas autoridades do Estado.
Neste caso, a ação foi motivada pelo descumprimento da ordem judicial que mandava fazer a reintegração de posse da Fazenda Ponta da Serra, no município de Marabá, que, desde 2005, vem sendo objeto de sucessivas invasões por grupos ligados ao MST e à Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Pará (Fetagri).

Fonte: Diário do Pará

SETRAN INICIOU MANUTENÇÃO NA PA-255

A Secretaria de Estado de Transporte do Estado (Setran) iniciou, na manhã de hoje, o serviço de recuperação do trecho mais danificado da PA-255, entre a comunidade de Turará e o rio Maicuru, no município de Monte Alegre.
A rodovia havia sido interditada, no início da manhã de ontem, quando um caminhão cheio de tijolos e um ônibus escolar caíram em crateras abertas pela enxurrada.
Alfonso Henriques, chefe da equipe da Setran que trabalha no local, informou que a determinação do órgão é que eles permaneçam na área, realizando serviços de manutenção que garantam trafegabilidade na estrada.
Segundo ele, outro local muito afetado pelas chuvas é o ramal do Cuamba, uma vicinal de 55 quilômetros que liga as rodovias PA-255, em Monte Alegre, à PA-254, em Alenquer. A patrulha da Setran vai ao local para recuperar os locais mais críticos.

CONFIRMADA VISITA DE MANGABEIRA AO CREPORIZÃO

O presidente da Associação dos Mineradores de Ouro do Tapajós (Amot), Ivo Lubrinna, confirmou, hoje, por telefone, que está mantida a visita do ministro Mangabeira Unger à vila de Creporizão, na região garimpeira de Itaituba, na terça-feira próxima.
Ivo informou que Emmanuel Leal de Santana, coordenador-geral da Secretaria de Assuntos Estratégicos, foi à vila, hoje, para mobilizar a comunidade e preparar o local aonde o ministro vai se reunir com os garimpeiros.
Segundo o presidente da Amot, a reunião no Creporizão será na manhã da terça-feira, com a presença da comunidade local e de dirigentes dos mineradores.Na pauta, assuntos de interesses dos mineradores, como o Estatuto do Garimpeiro, e a rodovia Transgarimpeira

DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS

Agricultores familiares recebem multas milionárias do IBAMA por causa de pequenos roçados.

Uma música muito cantada pelos movimentos sociais, nos anos 80, época de grande efervescência política na transição da ditadura militar para a democracia, falava do sofrimento do sapo que é esmagado pela pata do boi. Era uma analogia à repressão política sofrida por partidos e movimentos de esquerda e à super exploração a que estavam sujeitos os trabalhadores.
Hoje, em plena democracia, e apesar dos avanços no que diz respeito aos direitos dos trabalhadores, a relação dos órgãos do governo com os diversos segmentos produtivos continua diferenciada e injusta. O tamanho e o peso da pata do boi variam de acordo com vários interesses, muitos deles escusos – e os noticiários televisivos são fartos em denunciá-los.
O Ibama veio a Monte para investigar os casos de desmatamentos apontados por relatórios do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Monte Alegre apareceu como um dos municípios que mais desmatam na Amazônia.
Desde 2002 que a Prefeitura denuncia a ação de grileiros e madeireiros na região da Serra Azul. Mas, como nas vezes anteriores, os fiscais do Ibama deixam os sapos cururus de lado e pisam justamente nas pererecas.
Foi o que aconteceu em 2006, quando eles deixaram de lado os madeireiros que agem na Serra Azul e multaram justamente os agricultores familiares que denunciaram as ações ilegais destes.
Desta vez não foi diferente: saíram pelas vicinais da PA-254 multando agricultores familiares.
É o caso de Kleber Rodrigues do Nascimento, que tem um lote na vicinal do setor 15 e foi multado, na terça-feira passada, em quase R$ 96 mil por ter feito um roçado para produção de alimentos. Dois pesos e duas medidas.
“Já chega de tanto sofrer, já chega de tanto esperar...”, dizia a letra da música de protesto que se cantava nos anos 80.

TRANSGARIMPEIRA NA PAUTA DE UNGER E ANA JÚLIA

Confirmadas as presenças do ministro Mangabeira Unger e da governadora Ana Júlia na reunião com prefeitos, vereadores e mineradores, em Itaituba, na próxima terça-feira, seria dos mais altos interesses da população local se eles sobrevoassem a rodovia Transgarimpeira. Veriam muito além do que afirmam os relatórios oficiais que lhes chegam às mãos.
Além de imagens distantes, de traçados, mapas e estatísticas, veriam que há gente, seres humanos, oficialmente tratados como cidadãos, ainda que apenas no papel, que sofrem fisicamente e têm prejuízos enormes com o abandono em que se encontra a Transgarimpeira.
Quanto tempo demoraria um sobrevôo? Duas ou três horas? Ainda assim, seria importante. Quem sabe a governadora Ana Júlia se sensibilizasse e liberasse o recurso necessário à recuperação imediata da rodovia! Quem sabe o ministro Unger, igualmente sensibilizado, negociasse a liberação de recursos do DNIT para o asfaltamento dessa que é uma das mais importantes rodovias daquela região!
Prefeitos, vereadores, deputados, dirigentes da sociedade local poderiam incluir a Transgarimpeira no rol de reivindicações a ser entregue às duas autoridades.

quarta-feira, 25 de março de 2009

EMPRESÁRIOS DOAM COMBUSTÍVEL PARA SETRAN RECUPERAR ESTRADA

Uma equipe da 10ª Regional da Secretaria de Estado de Transporte (Setran), baseada na cidade de Alenquer, foi deslocada a Monte Alegre para realizar serviços emergenciais na rodovia PA-255, que amanheceu, hoje, interditada pela força das chuvas que caem sobre a região.
A patrulha de equipamentos da secretaria é constituída de três tratores e duas caçambas, mas pouca coisa fez hoje, por falta de combustível.
O responsável pela equipe solicitou apoio de empresários de Monte Alegre que utilizam a estrada. Até o final da tarde de hoje, cerca de 500 litros de óleo diesel haviam sido coletados.
Segundo o vereador Valdomiro Pinto (PV), que foi aos locais de interdição, o trabalho será realizado amanhã, mas dependerá da doação de combustível.
Este é o Pará, Terra de Direitos.

PROGRAMAÇÃO DA VIAGEM DE MANGABEIRA UNGER A ITAITUBA

A Secretaria de Assuntos Estratégicos divulgou, hoje, a programação da visita do ministro Roberto Mangabeira Unger a Itaituba, na próxima terça-feira, dia 31 de março, na forma que segue:

9:30h – 12h – REUNIÃO PREPARATÓRIA com as lideranças municipais e estaduais do Estado do Pará sobre o Tema Geral: “Mineração e Logística no Pará: eixos para o desenvolvimento sustentável da Amazônia”;

Objetivos: Discussão de caráter técnico com as finalidades específicas de: 1) levantar as principais demandas e dificuldades operacionais para a implementação das políticas de um novo modelo de mineração e logística para a região; e 2) definição do papel das administrações municipais e estadual para fins de aceleração do encaminhamento administrativo dos projetos de mineração e de logística em debate.

Pauta:
· Apresentação do PREVIA (Programa de Estradas Vicinais para a Amazônia) e levantamento de estradas vicinais com vocação regional e demais vias de interesse dos Governos Municipais na área de abrangência das BR’s 163 e 230;
· Apresentação do estágio de implementação da hidrovia Teles Pires-Tapajós;
· Apresentação das principais políticas públicas do Ministério de Minas e Energia para a produção extrativista mineral na região;
· Levantamento, pelas Prefeituras dos Municípios envolvidos, de ações estratégicas e políticas públicas que possam ser desenvolvidas com a parceria e o apoio dos governos municipais em áreas relacionadas à intensificação produtiva e mineração, tais como: licenciamento ambiental de obras públicas e empreendimentos minerários, identificação das principais estradas vicinais com vocação regional sob a área de influência das BR’s 163 e 230, dentre outros.

Presentes:
Governo do Estado do Pará
Governo Federal (Representantes do Ministério dos Transportes, do Ministério de Minas e Energia e da Secretaria de Assuntos Estratégicos)

Convidados:
Poder Executivo Municipal (Prefeitos e Secretarias Municipais, com ênfase nos Secretários e Secretárias Municipais: a) de Meio Ambiente, b) de Obras (Infraestrura ou Transportes), c) Agricultura e Pecuária e d) Indústria e Comércio);
Poder Legislativo Municipal (Presidentes das Câmaras de Vereadores dos Municípios envolvidos).

14h30 – 17h00 EVENTO PÚBLICO sobre “Mineração e Logística no Pará: eixos para o desenvolvimento sustentável da Amazônia”

Objetivo: Reunião técnico-política do Ministro-Chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger, com a Governadora do Estado (Ana Júlia) e as lideranças estaduais e municipais do Estado do Pará.

Pauta: “Mineração e Logística no Pará: eixos para o desenvolvimento sustentável da Amazônia”, o qual será desdobrado em duas perspectivas: 1) “Soerguimento da Mineração na Amazônia: aspectos normativos, ambientais e econômicos”; e 2) “Intensificação Produtiva e Logística: Hidrovia Teles Pires-Tapajós e Rede de Estradas Vicinais (BR’s 163 e 230)”

Presentes: Além das autoridades e servidores indicados nos itens anteriores, o evento será aberto a toda a sociedade, com ênfase nas lideranças locais, municipais e estaduais nas mais diversas áreas correlatas com o temário do evento.


PS: Como se vê, a visita que o ministro faria ao Creporizão foi cancelada.

'PACTÓIDE HABITACIONAL"

Partidos de oposição divulgaram comunicados, nesta quarta-feira, em que criticam o programa “Minha Casa, Minha Vida”, anunciado pelo governo federal, hoje. O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), qualificou o plano de "pactóide habitacional" por conta de seu "toque de marketing".
"O PSDB, assim como arquitetos, urbanistas, ambientalistas e até empresários da construção, avalia o pacote, tomada às pressas e sem estratégias definidas, como mais um plano de caráter emergencial com toque de marketing", diz a nota assinada pelo tucano.
O programa "Minha Casa, Minha Vida" tem como objetivo construir 1 milhão de moradias para famílias com renda até dez salários mínimos (R$ 4.650). O investimento estimado é de R$ 34 bilhões, considerando o dinheiro do governo para subsídios e para o fundo garantidor das prestações. A parcela mínima será de R$ 50, enquanto o valor máximo do imóvel a ser financiado é de R$ 130 mil.
Segundo o PSDB, o programa atropela o Plano Nacional de Habitação, lançado em 2007 pelo próprio governo federal para direcionar recursos para habitação no longo prazo.
"É muito estranho que a focalização do programa abandone o principal problema que é a moradia de favela, cuja resolução é até mais barata, para proporcionar recursos a classes de renda maior, já atendidas pelo sistema de financiamento existente", afirma a nota.

AUDIÊNCIA

O PPS também se manifestou a respeito do plano anunciado hoje e afirma que vai convidar a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) para uma audiência na Câmara. O objetivo é que ela explique com detalhes o programa habitacional.
O líder do partido na Câmara, deputado Fernando Coruja (PPS-SC), afirma esperar que o governo mostre um cronograma das obras. "Está obscuro. Cadê o prazo para construir estas casas. O povo que criou uma expectativa precisa da resposta", afirma em nota.
O partido também enviará à Casa Civil requerimento de informação solicitando todos os dados com os quais trabalha o governo para a execução do "Minha Casa, Minha Vida".

Fonte: G1

RODOVIA PA-255 ESTÁ INTERDITADA




As chuvas fizeram o rio Maicuru transbordar e causaram danos graves na PA-255.

Amanheceu totalmente interditada rodovia PA-255, na altura da comunidade de Turará, na região do Maripá, em Monte Alegre. Além de estragos, a estrada foi interditada pelas águas do rio Maicuru, que transbordou.
Um ônibus escolar que ia para a vila da Canp atolou, no início da manhã, em um enorme buraco aberto pelas enxurradas. Depois, um caminhão carregado de tijolos, vindo do porto de Santana do Tapará, também atolou e ficou parcialmente tombado. Até há pouco, o motorista e outras pessoas trabalhavam para esvaziar o caminhão, na tentativa de liberá-lo e desobstruir a estrada. Filas se formaram em ambos os lados da rodovia.
Há semanas que a estrada já apresentava dezenas de pontos críticos, principalmente depois que as chuvas na região se intensificaram, mas nada foi feito pela Secretaria de Transporte do Pará (Setran) para melhorar sua trafegabilidade.
Na Assembléia Legislativa do Pará (Alepa), a deputada Josefina Carmo já intercedeu à governadora Ana Júlia e ao titular da Setran, Waldir Ganzer, pedindo a recuperação imediata daquela rodovia estadual, de 92 km. Mas nada, exatamente nada, foi feito para recuperar a estrada.

CASTIGO

E a situação é igualmente grave nas demais rodovias estaduais que cruzam o território de Monte Alegre. Na PA-423, que liga a sede do município à PA-254, falta muito pouco para que ela também fique interditada, tamanhos são os estragos.
Na PA-254, principalmente no trecho entre Alenquer e Monte Alegre, carros, ônibus e caminhões costumam ficar atolados todos os dias. Os prejuízos se avolumam e a revolta cresce.
Na comunidade do Km 11, a maior de Monte Alegre às margens daquela rodovia, funcionários da Setran dizem abertamente aos líderes locais que o órgão não vai realizar serviços naquele trecho da estrada. “Quem manda vocês não votarem direito na última eleição!”
É o castigo que a população montealegrense está sofrendo por não ter eleito o candidato do PT à prefeitura local.

CREDPARÁ CREDENCIA AGENTES DE NEGÓCIOS

O Vice-governador do Pará Odair Corrêa, entregou, quinta-feira passada, certificados a 18 novos Agentes de Negócios do Credpará que vão atuar na região Oeste do Estado. Através de parcerias entre o governo do Estado, prefeituras e o Credpará, o núcleo de Santarém ainda vai capacitar outros 57 Agentes para atuarem em 21 dos municípios da região.
O Banpará é o agente financeiro do programa, que vem ajudando uma série de atividades de mais de 450 pequenos empreendedores, um investimento que já ultrapassa R$ 1 milhão.
O vice-governador Odair Corrêa disse que o Governo do Estado do Pará tem como objetivo garantir crédito para a constituição ou ampliação de seus empreendimentos, visando à geração de trabalho, renda e a inclusão social, possibilitando a concessão de um crédito ágil, acessível e adequado para a criação, crescimento e a consolidação de empreendimentos populares dos setores formais e informais, democratizando o acesso ao crédito, resultado de um processo de responsabilidade social.

ANA JÚLIA VAI ACOMPANHAR MANGABEIRA UNGER

A governadora Ana Júlia acaba de confirmar presença na comitiva do ministro Mangabeira Unger que vai a Itaituba, na terça-feira, dia 31 de março.
A articulação da vinda do ministro e coordenador do Programa Amazônia Sustentável (PAS) foi do vice Odair Correa e de líderes mineradores da região, como Ivo Lubrinna e Sérgio Aquino.
Mas, seria deselegância dela não receber e acompanhar o ministro.

FNDE INVESTE MAIS DE R$ 16 MILHÕES NAS ETP'S

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) acaba de anunciar investimentos nas sete Escolas de Trabalho e Produção (ETP’s) e outras três escolas tecnológicas do Pará. São R$ 16,5 milhões, a serem aplicados na construção de quadras esportivas e reformas e melhorias nas unidades do estado.
A de Monte Alegre vai receber R$ 1,46 milhão. A de Itaituba, exatos R$ 2 milhões. Tomara que, no que diz respeito ao ensino, a qualidade caminhe de vento em popa. Tá precisando.
Não custa nada às entidades da sociedade civil e aos governos municipais acompanhem a aplicação dos recursos.

terça-feira, 24 de março de 2009

GABRIELLI: PREÇO DA GASOLINA NÃO CAIRÁ

Um tapa na cara de quem se iludiu acreditando que o preço da gasolina, em queda no mercado internacional, cairia no Brasil.
O presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, acaba de afirmar, em audiência pública, no Senado Federal, que o preço vai se manter e que a tendência é de aumento e não de queda.

Em diferentes momentos de sua exposição, ou ao responder perguntas dos senadores, Gabrielli defendeu o preço atual. "O preço da gasolina aponta para alta nos próximos três a quatro meses", disse.
Gabrielli também afirmou que o preço praticado nas refinarias brasileiras está em linha com o de outros países. Segundo ele, a diferença paga a mais na bomba dos postos de combustíveis se deve aos impostos que incidem sobre os combustíveis e também à margem de lucro das distribuidoras.
Isso porque o Brasil já autosuficiente em petróleo. E se não fosse?
Mas – não se espantem! – a coisa pode mudar no próximo ano, que é de eleição e ..., sabe como é!... é preciso eleger a Dilma. Então ...

DOIS EVENTOS NA MESMA DATA

Será na próxima terça-feira, 31 de março, em Brasília, a reunião de instalação do Fórum do Plano BR-163 Sustentável, mesmo dia da visita do ministro Roberto Mangabeira Unger a Itaituba. O convite foi despachado, ontem, pela Casa Civil da Presidência da República.
Importantes nos dois eventos, os representantes do poder público e das entidades da sociedade civil do sudoeste do Estado terão que se dividir entre Itaituba e Brasília.

DELÚBIO VAI VOLTAR

A vitória dele é uma derota aos cidadãos de bem.



É isso mesmo: Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT e braço direito de José Dirceu no vergonhoso escândalo do Mensalão, vai voltar aos braços de seus nem tanto ex-companheiros.Essa é a vontade de pelo menos dois terços dos membros do diretório nacional consultados pelo jornal Folha de S. Paulo.
Segundo reportagem da Folha, foram consultados 75 dos 84 membros da instância que decidirá sobre a volta de Delúbio, expulso do PT em 2005. Dos ouvidos, 25 petistas aceitam a volta de Delúbio, contra 20 que não aceitam. Estão indecisos 28, e 2 não disseram a opção. Nove não foram encontrados.
O esquema de compra de apoio de parlamentares no Congresso Nacional, descoberto em 2005, virou inquérito no Supremo Tribunal Federal. Delúbio é um dos 39 réus.
A decisão será no dia 23 de maio, quando o diretório nacional do PT volta a se reunir.


Fonte: Folha de S. Paulo


PS: Que os cidadãos de bem deste país não se espantem se ele vir a ser o arrecadador oficial de contribuições à campanha de Dilma Roussef à Presidência.

segunda-feira, 23 de março de 2009

STF PODERÁ JOGAR ENTULHO DA DITADURA NO LIXO

Um dos mais odiosos entulhos da ditadura militar que mandou, desmandou, prendeu, torturou e matou no Brasil, no período de 1964 a 1985, poderá ser sepultado de vez pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
É que o Supremo marcou, para o dia 1º de abril, o julgamento da ação em que o PDT pede a revogação da Lei de Imprensa (Lei 5.260/67). Em fevereiro do ano passado, os ministros da Suprema Corte concederam liminar ao partido, que suspendeu a aplicação de boa parte da lei.
A decisão, válida até o julgamento final da ação, suspendeu, por exemplo, as penas de prisão para jornalistas por calúnia, injúria ou difamação e a censura para “espetáculos e diversões públicas”.
Desde fevereiro, os juízes em todo o país estão proibidos de tomar decisões com base nos artigos da Lei de Imprensa, que estão suspensos.
As penas de prisão para jornalistas por calúnia, injúria ou difamação são previstas na Lei de Imprensa e também no Código Penal, onde as penas são mais brandas.
Na prática, o juiz pode adotar, em processos e decisões, a legislação prevista no Código Penal, Código Civil e na Constituição Federal, mas não a prevista nos artigos suspensos da Lei de Imprensa.

DIPLOMA PARA JORNALISTAS

Também no dia 1º de abril, o STF vai julgar a ação em que o Ministério Público Federal pede que seja extinta a exigência do diploma de jornalista para exercer a profissão em veículos de comunicação. O relator do processo, presidente do STF Gilmar Mendes, concedeu liminar em novembro de 2006 que permite que os profissionais que já atuavam na área mantenham suas atividades.

Fonte: G1


PS: Por denunciar a ação clandestina de grileiros e madeireiros na região da Serr Azul, em Monte Alegre, com reportagens publicadas em jornais de Belém e da região, o editor do blog responde a dois processos no Tribunal de Justiça do Pará, ambos com base na famigerada lei de Imprensa.

SEM JUIZ, SEM PROMOTOR, SEM DEFENSOR...

Monte Alegre está sem juiz, sem promotor de Justiça, sem defensor público e, desde a semana passada, sem delegado de polícia. Pode?

Não pode, não deve. Como diria Boris, “isso é uma vergonha!”. E, parafraseando o ex-sindicalista hoje presidente, “nunca na história” do município o caos da representação de autoridades judiciárias foi tamanho.

O promotor se foi há quase dois meses, o juiz de então já foi removido para Paragominas e a Defensoria pública está sem representação local desde fevereiro do ano passado.

É difícil não concluir que CIDADANIA não passa de demagogia na boca de muitos governantes, principalmente em épocas de eleição.

Mas que o povo não se desespere: haverá eleição para o governo do Estado no próximo ano, quando então darão um “jeitinho” de mandar um outro juiz, um novo promotor e também um defensor. E novamente serviços públicos essenciais como esses serão negociados mais uma vez como mercadorias no escambo eleitoral vergonhoso.

Dizem que o povo tem memória curta. Eu não acredito nisso!


PS: O delegado de polícia local está gozando licença-matrimônio, devendo voltar à cidade na próxima semana.

IBAMA EM MONTE ALEGRE

O Ibama veio investigar denúncia de desmatamento ilegal em Monte Alegre
Uma equipe de fiscalização do Ibama está em Monte Alegre, desde a manhã de hoje. A bordo de um helicóptero do órgão, os fiscais vieram investigar denúncias de desmatamento ilegal e queimadas.
A principal investigação é a informação produzida pelo site www.globoamazônia.com, há pouco mais de quinze dias, de que Monte Alegre foi o município campeão em desmatamento no período de novembro/20098 a janeiro/2009. O site usou informações do último relatório do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), mas o próprio órgão desmentiu a informação. Na verdade, o desmatamento registrado pelas imagens de monitoramento teria ocorrido em um período mais longo do que aquele analisado pelo órgão.
Pelo sim, pelo não, o Ibama veio conferir.

PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR

Enquanto as notícias finais sobre a implantação efetiva da Ufopa não saem, a iniciativa privada avança ocupando espaços preciosos na formação de alto nível de profissionais da região. E esta é, não se pode negar, uma notícia importante.

A Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar – Pró-Saúde e a Faculdade Inesp (SP) iniciarão, em maio próximo, um curso de Pós-Graduação em Administração Hospitalar e de Serviços de Saúde.

O curso terá a carga horária de 400 horas/aula, sendo a primeira turma para os profissionais que atuam no Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará. As próximas,para os estudantes e profissionais da região. As aulas acontecerão nas dependências da Universidade do Estado do Pará – UEPA, sob a coordenação acadêmica de Terezinha Covas Lisboa, Doutora em Administração.

A Pró-Saúde, atual gestora do Hospital Regional do Baixo Amazonas entende como de grande importância para os profissionais locais essa oportunidade de especialização em uma área ainda pouco explorada na região norte do país.

A Faculdade Inesp (Instituto Nacional de Ensino Superior e Pesquisa) tem sua sede na cidade de Jacareí (SP) e é mantida pelo FAPESA – Fundo de Apoio à Pesquisa, Ensino e Extensão Educacional S/C Ltda.


ANA JÚLIA E DUCIOMAR TÊM MULTAS MILIONÁRIAS

Ana Júlia, Duciomar e secretárias de saúde foram multados por não distribuir medicamentos aos diabéticos.

Está um verdadeiro caos, uma vergonha trágica, o serviço de saúde pública de Belém, o que está provocando manifestações públicas em frente à Prefeitura e tentativa de CPI na Câmara de Vereadores. Todos sofrem com o péssimo serviço oferecido pela Prefeitura e pelo Governo do Estado.

E as reações já ganharam o âmbito da Justiça, com resultados positivos em prol dos cidadãos. E a mais recente, na sexta-feira passada, foi a pena plicada à governadora Ana Júlia Carepa (PT), ao prefeito Duciomar Costa (PTB) e às secretárias de saúde Rejane Jatene, do município, e Laura Rossetti, do estado. Eles foram multados pela Justiça Federal em R$ 4 milhões por desobediência no fornecimento de remédios aos diabéticos.
A multa pessoal foi decidida, a pedido do Ministério Público Federal (MPF), após oito meses de desobediência dos administradores a uma ordem da própria Justiça.
O juiz Edson Grillo, que aplicou as multas, determinou "busca e apreensão da quantia correspondente à multa aplicada diretamente nas contas bancárias particulares por meio do Banco Central". Ele deu prazo de cinco dias, a contar do momento em que foram intimados, para que comprovassem a distribuição dos medicamentos. O prazo já terminou, mas a execução da multa ainda deve demorar dez a 15 dias, em que os acusados têm chance de tentar suspensão da decisão na segunda instância.

Fonte: O Globo

SERVIDORES QUEREM RECEBER SALÁRIO DE DEZEMBRO

É tenso o clima político em Almeirim.

Além da possibilidade de uma nova eleição para prefeito, diante da provável anulação judicial dos votos dados ao então candidato Gandor Hage, o promotor local resolveu cobrar providências para o pagamento do salário de dezembro ainda devido aos servidores municipais.

O ex-prefeito Gandor garante que deixou dinheiro suficiente em caixa para pagar os servidores, mas Botelho afirma que não encontrou nada. Gandor mostrou ao promotor os extratos bancários que comprovariam o saldo positivo. Mas, se este existia, por que ele próprio não fez o pagamento até o final do ano?

Os servidores pressionam para receber o salário atrasado até o final deste mês. Um grupo de vereadores já pensa em propor a criação de uma CPI para investigar e esclarecer o imbróglio. Na Câmara, o apoio ao prefeito é mínimo, ou nenhum.

O promotor de Justiça local convidou o presidente da Câmara, Antônio Jambo, para uma reunião, na próxima quarta-feira. Assunto: o não pagamento dos salários de dezembro dos servidores.

A panela tá no fogo e vai ganhar ainda mais pressão na próxima semana. Os mais maldosos dizem que os vereadores e servidores municipais vão fazer sopa de boto com pimenta malagueta e alho.

MANGABEIRA UNGER EM ITAITUBA

O ministro ouviu o pleito dos líderes mineradores e vem a Itaituba para reuniões.

O ministro Mangabeira Unger, da pasta de Assuntos Estratégicos e coordenador do Programa Amazônia Sustentável (PAS), estará em Itaituba, no dia 31 de março, próxima terça-feira. Ele vem a convite da Associação dos Mineradores de Ouro do Tapajós (Amot), do Sindicato dos Mineradores do Oeste do Estado do Pará (Simioesp) e do vice-governador Odair Corrêa.
O convite foi formulado, e de pronto aceito, durante reunião, em Brasília, na semana passada, quando o ministro recebeu Ivo Lubrinna e Sérgio Aquino, presidentes da Amot e do Simioesp, respectivamente. Na companhia do vice, eles pediram apoio do ministro à regulamentação do Estatuto dos Garimpeiros, aprovado há mais de oito meses.
Para sentir mais de perto a situação vivida pelos garimpeiros da região, o ministro vai à vila de Creporizão (antigo garimpo Mundico Coelho), na região garimpeira, e depois se reúne com prefeitos, vereadores e dirigentes da sociedade civil na cidade de Itaituba.
Ele vai falar sobre o Programa Amazônia Sustentável e ouvir reivindicações dos mineradores e prefeitos da região.

AMAZÔNIA SUSTENTÁVEL

O ministro Roberto Mangabeira Unger aponta sete ações como essenciais para dar consistência ao discurso consensual que defende para o desenvolvimento sustentável na Amazônia Legal.
Para ele, a região não é propriamente alvo da disputa entre ambientalistas e desenvolvimentistas, já que, segundo ele, seria impensável deixar os amazônidas sem acesso a infra-estrutura, levando-os à prática de atividades ilegais.
Por outro lado, também é inconcebível que a Amazônia fique entregue a qualquer tipo de produção. “Reina a idéia do desenvolvimento sustentável e socialmente includente, mas reina ainda no plano das abstrações. Nossa tarefa é traduzir essa abstração consensual em conteúdo”, disse.
O ministro sugere que as propostas se constituam como um projeto do Estado brasileiro, para que não fiquem reféns no futuro da política nacional. Ele afirma ainda não saber quando esses sete pontos serão colocados em prática, mas falou que foram selecionadas microrregiões em cada estado, indicadas pelos respectivos governadores, para que essas iniciativas “alcancem densidade transformadora e sinalizadora”.
Segundo o ministro, a espinha dorsal do Programa Amazônia Sustentável é constituída pelo seguinte conteúdo:
1. Regularização fundiária
2. Política contra o desmatamento
3. Auxílio aos pequenos produtores
4. Reorganização da agricultura e da pecuária
5. Organização da rede industrial
6. Transporte multimodal e
7. Ciência, capacitação e educação

Enquanto o ministro não chega, o momento é de mobilização política para o evento e debate antecipado sobre as propostas a serem apresentadas a ele.

quinta-feira, 19 de março de 2009

CIENTISTA ANUNCIA CATÁSTROFE MUNDIAL PARA 2030

Armagedon ambiental em 2030?

Se não bastassem os alertas cataclismáticos do programa da ONU para o meio ambiente (Pnuma) – falta de água generalizada na África, Ásia e Europa até 2025 – o cientista britânico John Beddington joga mais gasolina no fogaréu que esquenta as previsões de chegada do “armagedom” ambiental. E, segundo ele, este começa em 2030.
Nesse muito próximo ano, a população mundial será de cerca de 8,3 bilhões de pessoas, a demanda por alimentos e energia deverá crescer em 50% e, por água potável, em 30%, principalmente na África, Ásia e Europa até 2025.
A somatória desses fatores, acrescida das mudanças climáticas, poderá provocar uma "catástrofe" em 2030, “algo muito mais poderoso”.
"Não vai haver um colapso total, mas as coisas vão começar a ficar realmente preocupantes se não combatermos esses problemas", afirma Beddington.
A questão da segurança alimentar e energia entrou no topo da agenda política no ano passado, durante a alta do preço do petróleo e de commodities.
Para Beddington, a melhoria global da produtividade agrícola é uma forma de combater o problema. Hoje, cerca de 30% a 40% de toda a produção se perdem, antes da colheita, por causa de pragas e doenças. E os alimentos transgênicos podem, segundo ele, ser parte da solução.
De acordo com o cientista, também são essenciais as melhorias na estocagem de água e fontes de energia mais limpas.

Fonte: BBC Brasil


ALARMISMO OU ESTRATÉGIA MALDOSA?
Na Europa, são comuns as camapnhas contra o desenvolvimento da Amazônia.

Na disputa de informação entre ecoloucos, ambientalistas sérios, grandes grupos econômicos e nações poderosas, milhares de informações cruzam e se chocam diante de nossos olhos todos as horas, causando mais confusão do que esclarecimentos.
Para evitar isso, é preciso compará-las, separar o joio do trigo e adotar aquelas que, apocalipses à parte, apontam a necessidade de adotarmos atitudes positivas de conservação da natureza, de preservação das espécies – inclusive de nós, humanos – e de construção de um mundo melhor para todos.
Há muito alarmismo e preconceito disfarçados de intenções aparentemente sérias de salvação do planeta. Nos Estados Unidos, há escolas que usam mapas do mundo onde a Amazônia aparece desligada do território brasileiro e de outros países amazônicos: ela seria patrimônio da Humanidade, pois seríamos incompetentes para dela cuidar – e há políticos de lá que defendem abertamente essa tese.
Na Europa, líderes políticos e dirigentes de ONG’s locais denunciam que o ferro, a bauxita e outras comodites minerais aqui produzidas estão manchadas pelo desmatamento e pelas queimadas da Amazônia, pela vergonha do trabalho escravo e pelo sangue de mártires que tombaram na luta contra a destruição da floresta. Mas são campanhas que vão além, muito além, das preocupações puramente ambientais.
Esta imensa região deveria, na defesa que fazem, continuar como “o pulmão do mundo”, destinada a consumir os gases do aquecimento global produzidos pelo desenvolvimento deles e a gerar oxigênio para o bem-estar deles.
Até mesmo sindicatos e entidades gerais de trabalhadores participam dessas campanhas, mais preocupados, na verdade, em preservar os empregos dos trabalhadores de lá, em detrimento de qualquer esforço que nos leve ao nosso desenvolvimento aqui.
Para eles, a floresta e os animais “bichos” são mais importantes que o “bicho” homem que vive aqui.
Essa é uma discussão que vai longe e que precisa da participação de todos – contra ou a favor dos alarmistas e ecoloucos ou dos ambientalistas sensatos e sérios.

DOIS INQUÉRITOS INVESTIGAM KIT ESCOLAR

Dito e feito!
O Ministério Público Estadual acaba de executar o que anunciou na semana passada: solicitou, na manhã de hoje, a abertura de dois inquéritos civis para investigar a suposta fraude na aquisição de kits escolares pelo Governo Ana Júlia, através da Secretaria Estadual de Educação (Seduc). O pedido é da 6ª Promotoria de Justiça, Direitos Constitucionais e do Patrimônio Público de Belém.
Assim que as denúncias foram divulgadas pela imprensa, o Ministério Público convocou a Seduc, através de oficio, para que apresentasse documentação para esclarecer o processo de aquisição dos itens que compõem o kit escolar.
Os documentos foram analisados pelo MP, que comprovou que o processo ocorreu sem realização de processo licitatório específico, aparentemente sob a alegação de que a aquisição estaria amparada em licitação realizada por meio de concorrência pública.
No entendimento do Ministério Público, há a necessidade de obter mais informações sobre esse processo de aquisição dos materiais diante da possibilidade de fraude, motivo pelo qual a Promotoria decidiu pela abertura de inquérito civil.
Fonte: Portal ORM - Redação online

GOVERNO E MOVIMENTOS SOCIAIS ASSINAM PROTOCOLOS AMBIENTAIS

Amanhã, na UFPA, em Santarém, prefeitos e representantes de movimentos sociais do Baixo Amazonas vão assinar protocolos ambientais de compromissos com a luta pelo controle de ações que causam fortes impactos à natureza.
O evento vai contar também com a presença de representantes da Embaixada da Itália e do Ministério do Meio Ambiente (MMA), que vão anunciar compromissos de apoio financeiro a projetos que venham a ser desenvolvidos nos municípios com esse objetivo.
A iniciativa, coordenada pelo Ceftbam, é digna dos melhores elogios, mas é necessário que esses compromissos entre o poder público e os movimentos sociais sejam pra valer, garantindo implementação dos projetos e não deixando que interesses partidários e/ou eleitorais prejudiquem sua execução – um desafio dos mais difíceis.
Ainda vai demorar um bom tempo até que partidos políticos e governos compreendam que os interesses da população são maiores e estão acima de interesses menores.

ITAITUBA AGUARDA DECISÃO DE JUIZ SOBRE CASSAÇÃO DO PREFEITO

Valmir Climaco (à dir.) poderá ser o novo prefeito de Itaituba.
É grande a expectativa em Itaituba em torno da possibilidade de cassação da candidatura do prefeito Roselito Soares por abuso do poder econômico durante a última campanha eleitoral e, por conseqüência, a anulação de seus votos.
Já está com o juiz eleitoral do município, desde a segunda-feira passada, o relatório da perícia feita pela Polícia Federal na fita em que Roselito teria sido flagrado em ato de corrupção ativa. O juiz eleitoral anunciou que pretende ser célere no despacho da sentença.
Se confirmada a cassação da candidatura de Roselito Soares, o novo prefeito de Itaituba deverá ser Valmir Climaco (PMDB), que ficou com a segunda maior votação no pleito de outubro passado.
Enquanto a decisão do juiz não sai, o consumo de Maracujina, Diazepan e outros medicamentos do tipo será alto.

quarta-feira, 18 de março de 2009

FALANDO DE TALENTO, COMPETÊNCIA E RESPONSABILIDADE

Nestes tempos de emprego difícil, de mercado cada vez mais competitivo e exigente e da crise que torna tudo ainda mais complicado, patrões e empregados são desafiados a construir relações mais dinâmicas e produtivas, numa combinação de esforços que envolve competência, habilidades, trabalho em grupo e capacidade de gerenciamento e de solução de conflitos.

Entre as exigências necessárias e indispensáveis de um lado e de outro, é importante que cada um - seja patrão, seja trabalhador - tenha consciência de suas responsabilidades como membro de uma máquina que precisa funcionar bem e produzir o necessário.

Pena que essa discussão muitas vezes acabe escorregando para a vala da mesquinharia, da desinteligência, e cada um utilizando armas nada elegantes. O resultado disso é o prejuízo de todos.

Um amigo me mandou o texto abaixo que fala justamente de competências e responsabilidades. Achei-o interessante para uma boa reflexão. Não precisa concordar com seu conteúdo. Apenas leia-o. E comente, se quizer.



VOCÊ É SUBSTITUÍVEL?

Na sala de reunião de uma multinacional, o diretor, nervoso, fala com sua equipe de gestores. Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um, ameaça: "Ninguém é insubstituível".

A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio. Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça. Ninguém ousa falar nada. De repente, um braço se levanta e o diretor se prepara para triturar o atrevido:

- Alguma pergunta?

- Tenho, sim. E Beethoven?

- Como? - O gestor, confuso, o encara.

- O senhor disse que ninguém é insubstituível. E quem substituiu Beethoven?

Silêncio.
----------------------------
Ouvi essa história esses dias, contada por um profissional que conheço, e achei muito pertinente falar sobre isso.

Afinal, as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas, no fundo, continuam achando que os profissionais são peças dentro da organização e que, quando sai um, é só encontrar outro para pôr no lugar.

Quem substitui Beethoven? Tom Jobim? Ayrton Senna? Ghandi? Frank Sinatra? Garrincha? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Elvis Presley? Os Beatles? Jorge Amado? Pelé? Paul Newman? Albert Einstein? Picasso? E Zico?

Todos esses talentos marcaram a História, fazendo o que gostavam e o que sabiam fazer bem, ou seja, fizeram seu talento brilhar. E, portanto, são, sim, insubstituíveis.

Cada ser humano tem uma contribuição neste mundo a dar e o seu talento direcionado para alguma coisa. Está na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos e começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe, focando no brilho de seus pontos fortes.

Ninguém lembra e nem quer saber se Beethoven era surdo, se Picasso era instável, Caymmi preguiçoso, Kennedy egocêntrico e mulherengo, Elvis obsessivo...

O que queremos é sentir o prazer produzido belas sinfonias, obras de arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis, resultado de seus talentos.

Cabe aos líderes de sua organização mudar o olhar sobre a equipe e voltar seus esforços em descobrir os pontos fortes de cada membro. Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.

Se seu gerente ou coordenador ainda está focado em 'melhorar as fraquezas´ de sua equipe corre o risco de ser aquele tipo de líder que barraria Garrincha por ter as pernas tortas, Albert Einstein por ter notas baixas na escola, Beethoven por ser surdo e Gisele Bündchen por ter nariz grande. E na gestão dele o mundo teria perdido todos esses talentos.

Quando o Zacarias, aquele de "Os Trapalhões", faleceu, ao iniciar o programa seguinte, o Dedé entrou em cena e falou mais ou menos assim:

"Estamos todos muitos tristes com a partida de nosso irmão Zacarias... e hoje, para substituí-lo, chamamos .. ninguém... pois nosso Zaca é insubstituível! "Portanto, nunca esqueça: ocê é um talento único... Basta alguém lhe dar uma oportunidade e, com toda certeza, ninguém o substituirá.

DIREITOS VIOLADOS

Adesivo que já circula em dezenas de carros da Região Metropolitana.
Pura maldade, ainda que justificada!
Com a proximidade da eleição de 2010, imagina-se o que ainda vem pela frente.

PAPA INSISTE EM CRUZADA CONTRA A CAMISINHA

Bento XVI insiste em cruzada contra a camisinha. E a Aids avança fazendo milhares de vítimas.
Depois da desastrada participação do arcebispo de Olinda e Recife no episódio do aborto judicialmente autorizado em uma menina de 9 anos, grávida de gêmeos, no final de fevereiro, agora é a vez do papa Bento XVI insistir na proibição do uso da camisinha como método de prevenção contra a Aids.
Na manhã de hoje, o porta-voz Vaticano, Federico Lombardi, reafirmou as palavras do papa contra o uso da camisinha para evitar a doença. E mais: afirmou que, durante a viagem à África, Bento XVI vai se encontrar com portadores da doença, mas que a postura da Igreja Católica sobre esse assunto "não mudará".
Ontem, o papa voltou a afirmar que a Aids não pode ser combatida só com dinheiro e "nem com a distribuição de preservativos, que, ao contrário, aumentam o problema".
Segundo o papa, a Aids se vence com "uma humanização da sexualidade, uma renovação espiritual humana que comporta uma nova forma de conduta de uns com outros" e por meio da amizade, disponibilidade e amor pelos doentes.
E essa deverá ser sua pregação na viagem à África, continente que sofre com a maior epidemia da Aids, que já ceifou milhares de vidas.
Entre o necessariamente urgente e o ideal, o guia espiritual de 17% da humanidade prefere o absurdo.
Para que brejo caminham os líderes da Igreja Católica?

CLODOVIL MORREU, MAS SUAS POLÊMICAS SOBREVIVEM

Morreu Clodovil Hernandes, na tarde de ontem, mas algumas de suas frases polêmicas entraram para o folclore político de Brasília.
Vejam algumas:

Sobre política e honestidade:
“Não vou me sujar por pouco. Vou me sujar por alguns milhões de dólares, é claro. Pego esses milhões de dólares e faço a benemerência que eu quiser. E dane-se a retranca. Não tenho filho, não tenho amante, não tenho mulher, não tenho nada. Isso não é desonestidade. Isso é oportunidade. Agora, vender um país por 30 paus é demais para a minha cabeça”.

Sobre as votações a favor do governo:
“Aceitaria dinheiro para votar a favor do governo; só depende da quantia”.

Sobre o mensalão orquestrado pelo PT:
"R$ 30 mil é tão pouco... Se ainda fossem uns US$ 30 milhões... Por R$ 30 mil vender um país, você está louco. Cada um pesa o dinheiro na sua balança. E a minha precisa de muito".

Sobre alguns adversários:
“Se o Collor tinha aquilo roxo, o meu é cor-de-rosa choque. O vencedor nessa campanha não foi o Maluf, nem o Russomano. Fui eu”.

Liberdade de pensamento e expressão é um direito de todos e um valor universal da Democracia, e isso se aplica ao Clodovil. Mas que ninguém tome suas palavras como norte no exercício da política.
Mas é inegável que, sem ele, o Congresso Nacional ficou mais sisudo e triste.

CORREIOS COM AGÊNCIA NOVA EM PRAINHA


Conforme o blog anunciou, a cidade de Prainha ganhou, na semana passada, uma nova agência da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT). A agência funciona como banco postal, o que facilita enormemente a vida de pessoas que precisam de serviços bancários, principalmente os aposentados locais. Antes, todos que precisassem do serviço iam à cidade de Monte Alegre.
Nas fotos acima, a deputada Josefina Carmo, o prefeito Sérgio Pingarilho e o diretor regional da ECT, Carlos Roberto d'Hipólito.
Novo governo municipal, novos investimentos, novos tempos!
A população espera que a inauguração seja o primeiro de uma série de fatos novos e benéficos ao desenvolvimento municipal.
Que assim seja!